sábado, 24 de dezembro de 2011

Feliz Natal!

Você foi uma boa sapinha este ano?

Teve paciência com a implicância da sua mãe com sua namorada e todas as alfinetadas e indiretas disparadas a cada vez que elas se encontraram?

Foi leal às amigas e não entrou no rebuceteio pegando a ex gatinha da sua melhor amiga por respeito a ela?

Não sabotou aquela colega de trabalho mala que vive fazendo fofocas a seu respeito e comentando com toda a empresa que você é gay?

Tratou bem a sua namorada, não foi ciumenta além da conta, nem possessiva? Esteve presente nos momentos difíceis e foi generosa nos elogios nos momentos de sucesso dela? Relevou os defeitos e enalteceu as qualidades da moça em prol de um relacionamento feliz?

Então você merece um presente caprichado entregue pela nossa equipe:

Mamães Noéis altamente qualificadas


Feliz Natal, leitoras!

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

A Saga Crepúsculo - Amanhecer Parte 1

[Se você não viu o filme ainda e não quer saber o que acontece, não leia este post. Contém spoilers!]

crepusculo-amanhecer parte 1


Um amigo me arrastou para ver o último filme da Saga Crepúsculo, Amanhecer - Parte 1. Era terça-feira, cinema a R$ 4,00, por que não?

O enredo é aquela baboseira que a gente já esperava, né? Vampiro apaixonado, lobisomem com dor de corno, casamento romântico, clichês do Brasil, gravidez problemática, blá blá blá whiskas sachê. Mas eu confesso que gostei, principalmente pelas baboseiras - se você não levar o filme a sério, dá para se divertir um bocado com ele.

O casamento

De cara meu amigo pergunta, ao ver o Edward todo arrumadinho como noivo:
- O vampiro está com o cabelo caju?
Sim, estava (ou parecia estar) - era hilário.

Então chega Bella equilibrada num salto enorme, toda trabalhada na auto-confiança ao se dirigir pro altar.
Escolada que sou em apanhar de sapatos ao longo da vida, comentei:
- Andar um minuto de salto alto na grama é fácil, quero ver encarar um baile de formatura até o café da manhã!

Não pude deixar de me perguntar: Jacob deve gastar uma grana com roupas, rasgando todas assim toda vez que ele se transforma, né? Deve ter cartão fidelidade de alguma versão americana da C&A.

A lua-de-mel

No Rio de Janeiro, o filme tinha que mostrar o pessoal na rua sambando e se pegando, né? Povo lá fora já acha que aqui todo mundo é sambista e só tem sacanagem, aí vem Crepúsculo e reforça a idéia.
Na casa na ilha, o filme tinha que mostrar a brasileira como uma índia cheia de superstição, né? Povo lá fora já acha que aqui só tem índio vivendo em oca, aí vem Crepúsculo e reforça a idéia.

Kristen Stewart de lingerie preto foi o ponto alto do filme, que fez valer cada centavo dos meus quatro reais pagos. Resistir, quem há de? Só o viadinho do vampiro mesmo, que ficava de doce e não queria ir para cama com ela.

Debochamos demais da cenas de sexo:
- O pinto dele deve ser gelado!
- Pelo menos é duro.
- Ahahahahahah!

- Ufa! Era uma pasta de dente que ela estava segurando!
- O que você achou que fosse?
- KY!
- AHAHAHAHAH!
- Pensei, Mas já??? Primeira vez e vai entrar pela porta dos fundos?

Gravidez e parto

Foi meio nojenta a cena dela bebendo sangue. Uma biba muito falante que estava no cinema, e que fazia comentários a cada 5 minutos de filme, gritou "É açaí!", se achando super engraçada.
Fiquei pensando que não demora o McDonald's ou o Burger King inventar um lanche temático com suco de morango, sabor O+, servido em bolsa plástica de transfusão.

O lobisomem se apaixona pela filha deles, é isso mesmo que entendi? Muita pedofilia disfarçada de "imprinting", gostei não...

Achei um sucesso aquele veneno que o Edward injeta na Bella para que ela vire vampira também: ressuscita e rejuvenesce! Se a L'Oreal descobre a fórmula daquilo, a mulherada vai à falência.

No final, após a transformação em vampira, brinquei com meu amigo:
- Ih, o cabelo dela vai ficar caju igual ao dele!


E vocês, viram o filme? Gostaram?

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Carta a uma Rainha - VII

Querida Rainha,

Este fim de semana foi agitado na Cidade Maravilhosa, hein, caríssima? Fiquei sabendo que você se jogou no show da Ivetão! Sabia que você não ia deixar de prestigiar esse momento de apoteose de sua digníssima esposa.

- Beija na bochecha, amor, pra não gerar escândalo!

A imprensa, mais uma vez, tentou disfarçar o romance proibido de vocês com eufemismos, mas eu, que já conheço essa paixão de longa data (e outras cartas!) entendi tudo nas entrelinhas:

"Ivete Sangalo se apresentou na noite do último sábado (26) no HSBC Arena, no Rio de Janeiro. A plateia estava cheia de famosos e, entre eles, a amiga e apresentadora [esposa e eterno amor] Xuxa. O Furacão não deixou de agradecer pela presença da Rainha dos Baixinhos: 'Agradeço a presença dessa loirinha que todo mundo ama [eu amo], Xuxinha Meneguel. Você é uma amiga muito especial, [do tipo íntima que dorme na minha cama]'."

"(...) A Rainha dos Baixinhos, ficou o tempo todo nos bastidores, ao lado direito do palco e retribuiu os elogios da amiga [esposa] jogando beijos [apaixonados e fazendo coraçãozinho com as mãos]."

E você continua arrasando corações, hein, amiga? Achei tudow a Sheron Menezzes fazer um quase outing   e arregaçar na sapatonice com a declaração de amor para você depois do show. Ivetão que não deve ter gostado muito de ver essa foto em que você aproveita a chance e dá esse beijo safadinho de canto de boca na morena:

Adoro um cheiro de cravo, um sabor de canela!

Preciso dizer que adorei o visual sapatônico: camisa branca, cabelo Neymar meets Maria Gadú, celular na mão (como toda sapa que se preze), brinco de argola (the new alargador) e unhas curtas (nada de curetagem na Ivete, né?). Nota 10!

Beijos ternos, da amiga de sempre,

Alice

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Mochilas para meninas, mochilas para meninos

Daí que eu troquei de notebook. Passei de um 14" para um de 15,6" e precisei comprar uma mochila nova, porque aquele bezerro com LCD não cabia na antiga.

Em cada loja que eu entrava, ouvia a mesma pergunta: "Mochila feminina ou masculina?", ou sua variação, "É para você mesma?". Na primeira vez em que me perguntaram, entrei em pânico: será que se eu responder que é para mim vão vir com uma bolsa rosa??? Porque TUDO que é para mulher TEM QUE SER rosa, né? Medo!

Minha resposta era sempre a mesma: preciso de uma mochila que não seja muito cara e seja grande o bastante para uma máquina de quase 16". Em algumas lojas, os vendedores ficavam visivelmente constrangidos em me mostrar modelos mais sérios e robustos, tidos como "masculinos", como se fosse uma heresia uma mulher usar aquilo.

Em uma delas, eu quase surtei: ele veio com duas de nylon – uma vermelha, berrante, e uma cinza, florida. Além de eu não ser uma adolescente há muito tempo, eu ainda estava de camisa social e sapato quando entrei na loja, então era clara a finalidade da bolsa: trabalho. Não cabia uma mochila "de menina". Pedi outros modelos e ele veio com uma (pasme!) da Penélope Charmosa. Debochada que sou, tive que fazer o comentário irônico, né? "Acho não vai pegar muito bem eu chegar no trabalho de Penélope Charmosa..."

Na minha simplista concepção, notebook não tem sexo e onde carregá-lo deveria ser meramente questão de gosto e finalidade. Se você vai usá-lo em ambiente corporativo, deveria escolher algo mais sóbrio, enquanto um ambiente de faculdade ou viagens a lazer permitem algo mais colorido e descontraído (variações de gosto e bom senso inclusos). Eu não imaginei que o sexismo, tão freqüente em nosso dia-a-dia, se aplicasse até a algo tão improvável quanto comércio de bolsas. Quando é que finalmente vamos nos livrar desses conceitos bobocas de "isso aqui é pra menina, isso aqui é pra menino"?

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Beleza de axila

Há alguns meses, houve uma onda de anúncios de produtos para a perereca: sabonete íntimo, protetor de calcinha e coisas afins. A crista dessa onda foi alcançada com o lançamento do protetor diário de calcinha que neutralizava "possíveis odores naturais femininos". Eu achava, ingenuamente, que a indústria cosmética havia chegado ao cúmulo do ridículo ao querer nos convencer que cheiro de buceta é ruim. Mas em se tratando do mercado da beleza, não há mesmo limites para o absurdo...

Eis que agora eu vejo uma nova onda de produtos, mas para as axilas (femininas, é claro!). Primeiro vieram os desodorantes que evitariam o escurecimento causado pela depilação. Eu ficava me perguntando, Sério que alguém fica olhando debaixo do braço para ver se está branquinho? Isso realmente importa?

Agora, além de branca, sua axila também tem que ser brilhosa:

"Dove Beauty Finish Aerossol possui mica perolada, um mineral de beleza que realça o brilho natural da pele, melhorando sua aparência e ressaltando sua beleza".

Quando eu vi a propaganda pela primeira vez, caí na gargalhada. Ao pensar numa axila luminosa, juro que imaginei isso:


Depois que a crise de riso passou, fiquei pensando na seriedade do assunto. Até quando vão nos enfiar goela abaixo que nosso corpo é feio, sujo, cheira mal e precisa de conserto? E por que nós mulheres compramos todo esse conceito e consumimos tantas bobagens?

Eu fico me perguntando qual será o próximo alvo dos fabricantes... Cotovelos?
Já consigo imaginar a propaganda:


sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Xanox

Alice diz:
Vou ali imprimir um negócio, já volto.

4teta diz:
Ok!

[15 minutos depois]

Alice diz:
Pronto.

4teta diz:
Sentou em cima da máquina de xerox, né?
Vai mandar a imagem pelo twitter.

Alice diz:
Aham, copiei minha xana.

4teta diz:
Pra sua Rosicleide.

Alice diz:
Auhauhauahuahauhauh

4teta diz:
Certeza!
Você tirou um xanox!

Alice diz:
HUAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
Isso vai pro blog!


quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Pela valorização dos sinais

Um blog que leio com freqüência – e que adoro, pela forma engraçada como retrata os homens héteros sem noção, - é o Homem é Tudo Palhaço. Em muitos dos casos relatados ali pelas leitoras, era possível, no início da “palhaçada”, perceber que o final não seria feliz. As autoras do blog sempre brincam com isso fazendo uma “campanha pela valorização dos sinais”.

Analisando o assunto, chego à conclusão que as palhaçadas também se aplicam aos namoros lésbicos. Afinal, a canalhice e a falta de noção não têm gênero. E sim, os sinais estão sempre lá, nós é que não os enxergamos. Ou tentamos não enxergar...

Como aquela namorada ciumenta e insegura que, já no início do relacionamento, te liga 8 vezes ao dia e te bombardeia com torpedos de hora em hora. Que faz questão de te rastrear 24h por dia, feito um GPS, querendo saber onde você está, com quem, fazendo o quê, até que horas.
- Oi, amor... Onde você está?
- Hum... Estou ocupada agora.
- Como assim, ocupada? Ocupada com o quê?
- Ocupada, não posso falar agora...
- Você não pode dizer o que está fazendo?
- Hum... Não...
- Como assim, não? Rosicleide, o que você está me escondendo?? Aposto que você está com aquela vagabunda da sua ex, não é??? Eu sabia, eu sabia!!! Você não me ama mais, eu já estava percebendo isso... Você não liga mais pra mim e...
- Tô cagando, porra!
- ...

Ou aquela sem-vergonha que, em qualquer evento – seja coquetel, balada, festa de aniversário, batizado, casamento ou funeral – parece uma antena giratória da Sky, captando sinais de todas as periguetes disponíveis num raio de 5 Km de onde vocês estão. Em Full HD!


Detecto mulher disponível até em dia de chuva !

Ou talvez a escroque sedutora que começa a seqüencia de golpes deixando você pagar o jantar do primeiro encontro. Tudo bem, você pensa, eu convidei. Depois evolui para uma jóia que ela pede num passeio descontraído ao shopping. Sentindo segurança em sua generosidade, evolui para um cruzeiro de 7 dias financiado inteiramente por você. Daí passa para um empréstimo para ela trocar de carro – e que ela nunca consegue te pagar porque está “apertada”. Quando você se dá conta, leva um pé na bunda e deixa a moça de patrimônio renovado, enquanto você fica com o cartão de crédito estourado e cheia de dívidas.

Quem nunca passou por algo semelhante – ou viu acontecer com alguma amiga? Os sinais estavam lá, desde o início, acendendo luzes amarelas e vermelhas o tempo todo, mas foram ignorados porque se estava cega de paixão, ou porque se achou que a pessoa ia mudar, ou porque valia a pena suportar algumas coisas em nome do namoro, ou qualquer uma dessas justificativas que conhecemos tão bem.

Então deixo aqui a proposta de debate: até que ponto vale a pena ignorar os sinais? E quais devem ser ignorados? O que pode ser considerado apenas um defeito suportável do outro e o que é indício de um grande problema futuro na relação?

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Lei da Oferta e da Procura

                 
Conversando com a amiga @Lisaeinprosit, ela me contou uma história engraçada: um amigo gay dela havia criado um perfil fake no Facebook e caprichado nos atributos do rapaz. Logo em seguida, alterou o próprio estado civil para “Relacionamento sério” com aquele perfil fake. Sua vida amorosa se agitou da noite para o dia. Como num passe de mágica, vários caras começaram a demonstrar interesse nele depois que viram que ele estava namorando alguém tão interessante.

Depois de 1 mês de falso namoro, ele havia conseguido o que desejava e alterou novamente o status de relacionamento para “Solteiro”. Agora podia escolher qual dos candidatos queria.

Achei a história muito curiosa, até por uma convicção pessoal: se eu descubro que a moça está comprometida, isso funciona para mim como repelente, me afasto logo para evitar confusão. Primeiro porque considero meio cafajeste essa atitude de dar em cima de alguém que esteja namorando. E depois porque acho muito complicada essa tarefa de disputar alguém, e ainda correr o risco de virar amante ou perder a pretendente para a ex em caso de recaída.

Mas parece que nem todo mundo pensa assim. Já ouvi vários casos de homens e mulheres “destruidores de lares” que sentem especial atração por alguém comprometido. Eu realmente não sei o que move estas pessoas, se é a adrenalina de fazer algo proibido, se é o desafio de conquistar alguém com a dose extra de dificuldade de romper um relacionamento, se a pessoa fica mesmo valorizada pelo simples fato de ter alguém... 

E vocês, o que pensam a respeito? Já passaram por isso, em qualquer dos lados? Acham mesmo que a pessoa comprometida acaba se valorizando no mercado amoroso?
                    

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

G Point Vaginator Mouse


Você passa muitas horas em frente ao computador?

Tem sentido dores na mão e no braço por causa daquele mouse vagabundo que a empresa te forneceu?

Acha seu trabalho entediante e queria algo para distraí-la nos momentos de tensão?

Seus problemas acabaram!

Chegou o incrível G Point Vaginator Mouse Lesboland



Graças ao seu formato anatômico, o Vaginator Mouse proporciona deliciosos momentos de lazer enquanto você trabalha.

Com um design arrojado e realista, é um gadget que fará inveja nos colegas de trabalho! Todos vão querer colocar a mão nele!

Seu botão Scroll Clitóris desliza fácil sob seu dedo, enquanto o botão Atalho Ponto G serve de acesso rápido ao seu software favorito.

Adquira já o seu!

E na compra de duas unidades, grátis um mouse pad modelo calcinha.


Este é mais um produto exclusivo da...



__________________________________________________________________________
O anúncio é, obviamente, uma brincadeira, mas o mouse existe, de fato, e pode ser achado aqui.
Dica da Miss Gray.

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Carta a uma Rainha - VI

          
Prezada Rainha dos Baixinhos,


Achei tão fofo quando li essa notícia!

"Xuxa se divertiu nos bastidores da primeira leitura de 'As brasileiras', série dirigida por Daniel Filho que está prevista para estrear em outubro, na Globo. A apresentadora vai estrelar o episódio 'A fofoqueira de Porto Alegre'. Ela aproveitou uma brecha no trabalho para visitar Ivete Sangalo e Emanuelle Araújo, que estavam no estúdio ao lado do seu, no Projac. As baianas também estarão na série."

Ganhou pontos comigo pelo gesto, amiga! Visitar a esposa no trabalho é mesmo uma bela demonstração de carinho! 

E dá para ver como Ivetão ficou feliz com a surpresa. Olha só a carinha de apaixonada dela para você na foto:


Ai, essa loura é tudo na minha vida!

Isso mesmo, querida: quem ama, cuida! Continue assim, tratando essa baiana com muito amor e atenção, ela merece!



Beijos da fã de sempre,

Alice
                   

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Tem coisas que o dinheiro não compra

                  
Banda larga Oi Velox 1 MBps – R$ 69,90



Notebook Acer – R$ 2.000,00


Conta de luz – R$ 90,00


Óculos de grau – R$ 300,00


Ver no Facebook uma foto daquela colega de trabalho que você sempre desconfiou ser sapa, dando uma de cantora da sapa music no palco do mais famoso barzinho lésbico da cidade, e confirmar, com uma enorme gargalhada, que seu gaydar estava certo – NÃO TEM PREÇO!

Tem coisas que o dinheiro não compra.


Para todas as outras, Lesbocard.
            

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Dia do Homem


Que palhaçada é essa, agora? Dia do Homem??? Sério?
Isso é uma afronta ao Dia Internacional da Mulher e seu significado.

Só queria saber quem inventou isso. No mínimo deve ser coisa do comércio para faturar mais. Se for, tomara que não pegue. Da minha parte, sugiro o boicote.

quarta-feira, 6 de julho de 2011

The (Very!) Good Wife

                          
Acompanho a série The Good Wife desde a estréia – adoro dramas com tema de "tribunais americanos". Mas também assisto porque sou fã incondicional da atriz Juliana Margulies, desde os tempos de E. R. – Plantão Médico.


Cuida de mim, Doutora?

Não tenho especial predileção por mulheres mais velhas, mas dentre as que me fariam abrir uma exceção, ela está no topo da lista. E a cada ano que passa, acho que mais charmosa ela fica.


Me joga no tribunal, me chama de processo civil!

Então a segunda temporada da série acabou por esses dias e eu pude assistir ao esperado último capítulo. Depois de mais de 40 episódios se querendo, Alicia (personagem dela) e Will, outro personagem da série, finalmente ficam juntos. Achei a cena fantástica: pela espontaneidade dela ao balcão, sorrindo de braços nus; pelo suspense da seqüência do elevador, naquele abre e fecha interminável de portas; e pela sutileza com que ela demonstra ter o controle da situação ao abrir a porta do quarto.


Não sei do que dá mais inveja dele: de poder pagar US$ 7.800,00 sem remorso para passar a noite com a mulher que ama ou de conseguir conquistar uma Advogada espetacular daquela...
                        

sábado, 2 de julho de 2011

Carta a uma Rainha - V

               
Prezada Rainha dos Baixinhos,

Que saudades de você, querida! Desde outubro eu não lhe escrevo - e confesso que tenho andado meio alheia ao que se passa em sua rotina. Fico sabendo de novidades suas através da imprensa, como esta aqui, que li no jornal de quarta-feira:

Essa baiana é arretada e cheia de pimenta!

Sabia que a Ivetão não ficaria de fora dessa festa! Achei o máximo você chamar sua esposa para comandar o programa! Bodas de Prata têm que ser celebradas em grande estilo, dando muita pinta na TV.
Mas a imprensa é tão bobinha, né? "Festa surpresa"... Ahahahahahahah! Até parece que vocês duas já não comentaram isso na intimidade e combinaram tudo, que ingênuos! 

E amiga, que cabelo estilo "cruzamento de Neymar com Maria Gadú" é esse?


Muito lésbico, #chocadaemCristo com a ousadia!

Despeço-me desejando que a festa de 25 anos de carreira seja um sucesso, e que vocês duas comemorem a sós bem romanticamente essas bodas depois...

Beijos saudosos da fã de sempre,

Alice
                       

terça-feira, 28 de junho de 2011

Aeromoça

                   

Aeromoça

Aeromoça, sexy, Aeromoça
Seu uniforme
Saia, lenço e meia fina
Minha fantasia
Seu andar firme
No saguão, no corredor, no avião
Minha tentação

Sua maquiagem
Feminilidade, vaidade
Meu encantamento
Beldade

Quando andam em conjunto
Lindas em seus saltos
No lobby, desfilando
Sorridentes
Despertam meu desejo
Fetiche em grupo

Queria tirar esse uniforme
Azul, cheiroso, engomado
E beijar sua boca
Vermelha de batom

Descer sua saia
Arrancar sua meia
Com o dente
Deixá-la somente
Com essa camisa branca
Leve de cetim

Arrancar-lhe um sorriso
Sacana de sedução
Fazer da minha cama
Sua cabine de avião

Me deixa sem ar
Pedindo oxigênio
Me sufoca de deleite
Na sua descompressão

__________________________________________________________________
A idéia para o poema veio enquanto eu esperava minhas malas no saguão do aeroporto ontem quando um grupo de lindas Comissárias de Bordo da TAM passou todo faceiro ao meu lado. Rascunhei umas 6 páginas no bloco de notas que ando na bolsa e escrevi o poema no notebook, no ônibus a caminho de casa.
                        

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Lembranças fast food

         

No balcão de espera da lanchonete fast food, Ela viu um rosto familiar. Um rosto de muitos anos atrás, mas que continuava belo em toda a sua delicadeza. Um rosto que havia lhe chamado a atenção quando Ela ainda era uma adolescente ingênua de cursinho, e se descobria em suas primeiras atrações pelas meninas. Um rosto que a fazia alegre sempre que Ela o via pelos corredores do colégio onde havia estudado.

Aquela mocinha de cabelo escuro e pele clarinha tornara-se uma linda mulher de 30, e ainda tinha as mesmas mãos pequenas e delicadas que seguravam firme a caneta em dias de prova do simulado. Estava acompanhada de um sujeito meio feio, que parecia absurdamente deslocado para ela (mas menos feio que o último deslocado que ela havia namorado). E, talvez por provocação ou por pura coincidência, beijou-o apaixonadamente quando Ela se virou na direção deles com a bandeja em mãos. E eles se sentaram numa mesa próxima, ambos de costas para Ela, como um insulto hétero final às pretensões amorosas dEla de outrora. “Veja como estou feliz e apaixonada com meu namorado!”, parecia que ela gritava com sua atitude.

Mas elas se olhavam no cursinho. Ah, olhavam-se! E aquela mocinha de pele clara já havia sorrido para Ela naqueles corredores, e a acompanhava timidamente com os olhos quando elas se cruzavam no pátio, na cantina, nas salas de aula...

E agora vinha com essa, beijando rapazes na frente dEla... “Ah, garota...” pensou Ela, “Você pode beijar mil deles que não apagará aquelas trocas furtivas de olhares! Eu me lembro muito bem delas – e aposto que você também...”
        

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Oração para Santo Antônio

       

Oh, admirável Santo Antônio! Tu que és o Santo Casamenteiro, abençoa no dia de hoje todos os casais lésbicos do país!

Protege-os dos ciúmes desmedidos e da possessividade doentia, e não deixes as namoradas fuçarem celulares, Orkuts, Facebooks, twitters e MSNs sem permissão! Não permitas que as sapas liguem para suas namoradas 50 vezes ao dia para controlarem a localização das pobres coitadas feito um GPS, nem enviarem torpedos a cada 5 minutos por carência doentia.

Livra-os das traições, das cafajestadas e das safadezas, afastando para longe todas as tentações irresistíveis, sejam elas loiras, morenas, ruivas, mulatas, negras ou asiáticas; ninfetas, jovens, adultas ou coroas. Pune as adúlteras com cãibra na língua e tendinite nos dedos.

Envia para a Sibéria todas as ex-namoradas grudentas e inconvenientes, e faz com que fiquem incomunicáveis para todo o sempre.

Faz calar as intrigas e as maledicências de todas as sogras insuportáveis, os parentes intolerantes e os amigos preconceituosos do casal.

Faz isso em nome do amor verdadeiro, que merece ser sempre abençoado.

Amém!
               

domingo, 12 de junho de 2011

Feliz Dia dos Namorados

           

Soneto de fidelidade

De tudo ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento.

E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.

(Vinícius de Moraes)

Para quem está solteira, que hoje seja dia de curtir a companhia amorosa dos amigos e de comemorar a liberdade.
Para quem está namorando, que hoje seja dia de vivenciar o romance e a cumplicidade do namoro.

O Alice's deseja a todas vocês um Feliz Dia dos Namorados!
                       

terça-feira, 7 de junho de 2011

Pontuando no Brejo - Parte VIII (Final)

      
(continuação)


Ex

Você não mantém mais contato com sua ex (+10)
Você não quer ver sua ex nem pintada de ouro e diz sempre que “ex boa é ex morta” (+50)
Você ainda mantém contato com a ex (-10 – é, minha cara, com ex, nunca fica zerado...)
Você, sempre que pode, fala algo da ex (-50)

Você atende sua ex quando ela te liga (-100)
Você a chama de gata (-500)
Você atende sua ex de madrugada (- 2000)
Você pára de fazer sexo com sua namorada para atender a ex (divórcio)

Você trabalha com sua ex (-100 – é, minha cara, quem sabe não seja hora de mudar de emprego?)
Você sai pra happy hour com a ex com freqüência (-200)
Você deixa de se encontrar com ela para ir à happy hour com a ex (-600, com chances de divórcio)

____________________________________________________
Escrito a 4 mãos com ajuda especialíssima da amiga @lisadopl
                                 

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Pontuando no Brejo - Parte VII

            
(Continuação)

Namoro


Você sai com uma amiga, sem ela (0)
A amiga é comprometida e comportada (+5)
Vocês vão ao cinema e depois comer uma pizza (+10)
A amiga é solteira e assanhada (-50)
A amiga é cheia de peguetes (-80)
Vocês vão a um bar e depois a um inferninho lésbico (-300)
Vocês vão a um bar e depois a um inferninho lésbico, com todas as peguetes da amiga (-350)
As peguetes da amiga ficam te apalpando a noite toda (-500)
Você não resiste à tentação e fica com uma peguete (-1500, com grandes chances de divórcio)
Você não resiste à tentação e passa o rodo: fica com todas as peguetes da amiga e bate o recorde de beijo na boca da noite (divórcio)


Vocês vão a um coquetel (0)
Você fica ao lado dela a noite toda (+30)
Você dispensa a rodada de drinques com seus amigos só para dar atenção a ela (+150)
Você vai beber com seus amigos e se esquece dela a noite toda (-30)
Entre os seus amigos está uma loiraça chamada Shirley (-40)
Shirley é Personal Trainer e está em grande forma (-80)
Shirley é siliconada e está usando um vestido com um decote arrasador (-180)
Você não tira os olhos do decote de Shirley a noite toda (-200)
Shirley é sua ex (-300)

(Continua...)

_________________________________________________________
Escrito a 4 mãos com ajuda especialíssima da amiga @lisadopl
                   

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Pontuando no Brejo - Parte VI

        
(Continuação)


Namoro


Na hora de saírem, ela pergunta: “Estou bem com essa roupa?”, e você pensa antes de responder (-10)
Você diz que ela está linda (+50)
Você diz que ela fica linda em qualquer roupa (+80)
Você diz que aquela roupa a deixa gorda (-150)
Você diz que gosta dela mesmo que ela esteja gorda (-200)
Você diz que ela está parecendo uma rã de moletom (-250)


Ela quer discutir a relação (-10) [é, minha cara, nessa você já sai perdendo...]
Ela tem motivos para isso e a culpa é sua (-100)
Você ouve com uma expressão atenta (0)
Você ouve por mais que 15 minutos (+5)
Você não tenta dar uma desculpa esfarrapada (+10)
Você admite o erro e pede desculpas (+80)
Você dá a desculpa esfarrapada de que “fez aquilo porque estava bêbada” (-80)
Você diz que faria de novo, mesmo sóbria (-500)
Você diz que faria de novo, mesmo sóbria, e manda ela se f&#$@ com a DR de m#%$@& dela (divórcio)



Você a leva ao cinema (+10)
Para ver um filme que ela gosta (+50)
Para ver um filme europeu chato de um diretor obscuro que ela gosta e você odeia (+75)
Você a leva para ver um filme que só você gosta (-20)
O filme se chama "O massacre da serra elétrica pelos lenhadores zumbis assassinos VIII" (-130)
Você mentiu e disse que seria uma comédia romântica lésbica (-200)


(Continua...)



_________________________________________________________
Escrito a 4 mãos com ajuda especialíssima da amiga @lisadopl
                             

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Pontuando no Brejo - Parte V

      
(Continuação)

O aniversário dela

Você a leva para jantar fora (0)
Você a leva para jantar fora e não é o restaurante de sempre (+10)
Você a leva para jantar fora e é um restaurante fino e exclusivo, com piano bar e velas nas mesas (+100)
É o restaurante de sempre (-20)
É perto da rodoviária (-30)
É perto da rodoviária e está tocando pagode (-70)
É perto da rodoviária, está tocando pagode e estão servindo rabada (-100)
Você pede para dividirem a conta (-200)
Você reclama que ela bebeu mais que você então tem que pagar mais (-300)


Dia dos Namorados

Você prepara um jantar romântico em casa para ela (0)
O jantar é surpresa (+30)
Você faz risoto e fica uma delícia (+100)
Você faz dobradinha e fica uma gororoba (-100)
Você faz dobradinha, deixa queimar e vocês pedem uma pizza (-200)
Você faz dobradinha, deixa queimar a ponto de encher a casa de fumaça e vocês saem para comer um cachorro-quente podrão na esquina (-500)

Você enche a cama de pétalas de rosas (+50)
A cama está desarrumada e os lençóis sujos (-100)
Você está com um lingerie lindo e sexy que ela te deu (+150)
Você está com uma calcinha bege horrorosa e anti-copulante que ela já mandou jogar fora (-200)

(Continua...)

________________________________________________
Escrito a 4 mãos com ajuda especialíssima da amiga @lisadopl
      

domingo, 8 de maio de 2011

Pontuando no Brejo - Parte IV

(Continuação)

Trabalho

Ir à festa de fim de ano da empresa em que ela trabalha (0)
Ser discreta e simpática e todos gostarem de você (+ 50)
Ficar alegrinha de bebida e falar do namoro de vocês com a Gerente dela (-100)
Ficar bêbada e contar intimidades de vocês para o dono da empresa (-200)
Ficar MUITO bêbada e contar sobre o final de semana que passaram em Búzios para o qual ela pegou atestado médico falso (-1000)
Ficar ABSURDAMENTE bêbada e contar que nunca teve congresso em Florianópolis, era só pra ver o campeonato de surf na Joaquina com as despesas pagas pela empresa (demissão e divórcio)

Você a busca no trabalho no fim do dia ( 0)
Você a espera um quarteirão longe da empresa e ninguém do trabalho dela te vê (+100)
Você a espera na portaria do prédio e todos os colegas dela te vêem (-100)
Você a espera na recepção e fofoca intimidades de vocês com a Secretária (-500)

(Continua...)

_____________________________________________
Escrito a 4 mãos com ajuda especialíssima da amiga @lisadopl

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Pontuando no Brejo - Parte III

(Continuação)

Amigas

Enturmar-se com as amigas dela (0)
Convidá-las para um cinema com vocês (+10)
Ajudar a melhor amiga dela em um trabalho de faculdade (+100)
Dar em cima da melhor amiga dela (- 500)
Ir para a cama com a melhor amiga dela (divórcio)


Em casa

Preparar petiscos com cerveja para ela assistir ao jogo do timão (0)
Ficar sem a cerveja na hora do jogo (-30)
Sair para comprar a cerveja (+10)
Sair para comprar a cerveja, na chuva (+40)
Comprar cerveja quente (-40)
Comprar cerveja Kaiser quente (-80)

(Continua...)

_____________________________________________
Escrito a 4 mãos com ajuda especialíssima da amiga @lisadopl

domingo, 1 de maio de 2011

Pontuando no Brejo - Parte II

(Continuação)

Recebendo os sogros

Convidar os sogros para um café da tarde na sua casa (0)
Fazer aquele bolo de cenoura que a sogra adora (+30)
Perguntar se pode ser McDonald’s (-30)
Deixar o sogrão assistir ao futebol no pay per view (+ 40)
Colocar o DVD da Ana Carolina no repeat (-50)
Cantar junto com a Ana, desafinada e batucando na mesa (-100)
Comprar a cerveja favorita do sogrão (+70)
Tomar AQUELE porre com a cerveja do sogrão e comentar intimidades do casal (-170)
Vestir saia e blusa bem menininha para receber os sogros (+10)
Usar o bermudão e a camiseta suada que foi jogar futebol na sexta-feira (-30)
A camiseta é do Vasco e seu sogro é flamenguista (-130)

Sogra

Ligar para a sogra no Dia das Mães parabenizando-a (0)
Dar de presente o perfume que ela gosta (+40)
Dar de presente um jogo de pano de pratos com os dias da semana (-40)

Lembrar do aniversário da sogra (0)
Dar um CD do Padre Fábio de Melo de presente para a sogra católica (+50)
Dar um CD do Padre Fábio de Melo de presente para a sogra evangélica/espírita (-50)
Dar uma fantasia de Enfermeira de sex shop de presente (-100)
Assim que ela abrir a caixa da sex shop, dar uma piscadinha dizendo que o sogrão vai se amarrar (-150)

(Continua...)

______________________________________________________
Escrito a 4 mãos com ajuda especialíssima da amiga @lisadopl

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Pontuando no Brejo - Parte I

Se você, sapinha querida, está namorando ou já é casada, deve saber que o segredo do sucesso com sua parceira é fazer coisas que a deixem feliz. Mas mulher é um bicho muito complexo, então a gente de vez em quando não sabe como agir para agradar, certo?

Pensando nisso, o Alice’s criou um sistema de pontos para te ajudar nessa árdua tarefa. Ele é um jogo fácil de ser seguido: se você faz algo que a agrada, ganha pontos; se faz algo que a desagrada, perde. E fazer algo que ela já espera não faz você ganhar pontos como namorada/esposa, é obrigação sua, oras! O jogo está dividido em tópicos, para facilitar a consulta. Entre parênteses, a pontuação de cada item.

Vamos lá?

Na casa dela

Almoçar com a família dela no domingo (0)
Agüentar aquela irmã enjoada dela e ser gentil (+10)
Lavar a louça com a sogra (+100)
Arrotar alto depois daquela cerveja (-50 para cada arroto)
Tocar no assunto “gravidez da irmã dela aos 15 anos” (-100)
Chamar de “amor” à mesa se ela ainda estiver no armário (-300)

Fazer amizade com o irmão caçula dela (0)
Ensiná-lo a calcular equação de 2° grau (+150)
Ensiná-lo a rolar um baseado (-150)
Jogar vídeo-game com ele (+15)
Perder dele (+20)
Ganhar dele (-30)
O objetivo do jogo é ser bem sucedido na vida (+100)
O objetivo do jogo é virar o chefe da boca de fumo da favela (-200)

(Continua...)

__________________________________
Escrito a 4 mãos com ajuda especialíssima da amiga @lisadopl

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Sou sapa e estou na moda!


Xadrez está mesmo na moda nesse inverno, né? Começou meio tímido no verão, com uns camisões sobre legging aqui e acolá, e agora entrou com força total na versão camisa de flanela. Tenho visto MUITO xadrez nas vitrines, muito!



O mundo lésbico está em polvorosa! As sapas old school tirando seus camisões com cheiro de naftalina do armário, guardadas lá desde que o Nirvana fazia sucesso e o Kurt Cobain exportava o visual Lenhador de Seattle para o mundo.

Derrubo árvore, corto lenha e ainda canto!

Sapa, seus maiores desejos fashionistas se realizaram! É a moda dyke invadindo passarelas, vitrines e ruas, então não desperdice essa oportunidade! Desde a pochete da década de 80 que você não tinha a chance de ser lésbica e estar na moda.

Compre pelo menos meia dúzia de camisas e arrase no look!

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Adeus! [Dia da Mentira]

Queridas Leitoras,

Depois de quase 3 anos escrevendo bobagens aqui no blog, chegou a hora de fechar um ciclo. Muita coisa mudou neste período, inclusive minha vida pessoal: há 2 semanas estou namorando um rapaz encantador, que me fez mudar meus conceitos a respeito dos homens. Estou entrando em um novo mundo, e a vida hétero tem se tornado a minha rotina agora. Por esse motivo, associado à falta de tempo devido ao trabalho, resolvi parar de escrever aqui. Acho que ficou meio sem sentido continuar a manter um blog de humor lésbico, já que este universo não me pertence mais.

Agradeço as visitas, os seguidores, os comentários e todo o carinho que vocês manifestaram durante este tempo. Foi um grande prazer estar com vocês aqui.

Vou deixar a página no ar por uns tempos, para quem quiser reler os textos antigos e se despedir.


Beijos de heteroland,

Alice

UPDATE

"O Dia da Mentira é celebrado anualmente no dia 1° de abril e é marcado por uma série de piadas, boatos, mentiras e peças que são pregadas em amigos, parentes, professores, vizinhos e colegas de trabalho.

Na Idade Média, o Ano Novo era comemorado no dia 25 de Março na maioria das cidades européias, data que marcava o início da primavera no hemisfério norte. Em algumas áreas da França, o Ano Novo era um feriado de uma semana que terminava em 1° de abril.

Em 1564, depois da adoção do calendário gregoriano, o rei Carlos IX de França determinou que o ano novo fosse comemorado no dia 1° de janeiro. Por desconhecimento (naquela época não havia meios de comunicação como há hoje) ou teimosia, alguns franceses resistiram à mudança e continuaram a seguir o calendário antigo. Estas pessoas passaram, então, a ser ridicularizadas, recebendo presentes esquisitos e convites para festas que não existiam. As brincadeiras se espalharam pela Europa e por outros países e o hábito de pregar peças nesta data se mantém até os dias de hoje."

Meninas, 1° de abril, né? Alguém acreditou mesmo que eu ia desistir assim do blog? Ainda que ele passe uns dias desamparado de vez em quando, por falta de tempo ou de pauta, o Alice’s é meu filhote querido, não vou abandoná-lo tão facilmente...

O beijo de "heteroland" era a dica debochada final para quem não tinha sacado ainda a brincadeira.

E arrumar um namorado? Sem chanceeeee! Continuo com a mesma opinião expressada no post “Sobre bolos e homens”. Não tem como deixar de gostar de uma coisa tão boa como as mulheres...

Um beijo para todas que se divertiram e levaram a brincadeira na esportiva. Ano que vem tem mais...

Beijos (agora sim!) de lesboland,

Alice

quarta-feira, 16 de março de 2011

Segunda Carta a uma Presidente

Prezada Dilma,

Como anda a vida aí na Capital Federal? Parece que você já está bem à vontade no exercício do cargo. Li hoje no Globo essa notinha:


E eu achando que você ia demorar a dar mais sinais de sapatonice, hein? Blazer e tênis? ArraZou no figurino, querida! Muito moderno, muito lesbian chic! Numa cerimônia oficial ainda por cima, que ousada! Isso mesmo, abaixo a ditadura do vestido!

Só não consegui descobrir, pela imprensa, qual foi o tênis escolhido. Mas olha, se eu souber que foi All Star, juro que fundo um fã clube para você! Vai se chamar “Dilma on sneakers” – assim, em inglês, bem cool, bem internacional, para mostrar ao mundo a Presidente moderna que o Brasil tem.

Ansiosa para vê-la usando uma camiseta da Hering ou um cinto de rebite, despeço-me.


Beijos patriotas de Lesboland,

Alice

sábado, 12 de março de 2011

Pendrive


Rainha de Copas diz:
Amiga, olha que fodaaaaaaaaaa!
http://www.designontherocks.xpg.com.br/designs-diferentes-de-usbs/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+DesignOnTheRocks+%28DESIGN+on+the+ROCKS%29
A sua caraaaaa!

Alice diz:
Muito!
Queria o de pilha.

Rainha de Copas diz:
Rolha também é sua cara.

Alice diz:
Demais, pensei nisso.

Rainha de Copas diz:
Queria seringa.

Alice diz:
Ahahhaahahahah
Vou te dar um em forma de pinto.
Não tem o homem e ainda armazena dados.

Rainha de Copas diz:
Uhahuahuahuhuhahauauhaa
Só se ainda vibrasse.

Alice diz:
AHAHAHAHAHAHAHAHAH






Rainha de Copas diz:
E servisse de lanterna.

Alice diz:
Pinto que acende? Isso ia ser bizarro.

Rainha de Copas diz:
Pra fazer discotcheca!

Alice diz:
HAHAHAAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH
Isso TEM que ir pro blog.

Rainha de Copas diz:
Uhauhahuauhhuauhhuauhaha
TEM!

terça-feira, 8 de março de 2011

Dia Internacional da Mulher

Só uma mulher do brejo sabe o que é...

Ouvir da manicure, pela enésima vez, que homem adora mulher com unhas grandes e ter que sorrir e insistir que as prefere curtas.

Conseguir guardar de memória quem do seu grupo de amigas ficou com quem, namorou quem, chifrou quem e terminou com quem, por causa daquele rebuceteio infinito comum no meio.

Praticar a incrível arte de ir para a noite sem bolsa, levando apenas documento, dinheiro e celular nos bolsos.

Ter peito para dizer para o(a) Ginecologista que não faz sexo com homens e ainda fingir naturalidade durante o sempre incômodo exame ginecológico.

Assistir, pela enésima vez na TV a cabo, o filme Imagine Me and You e ainda assim chorar quando Rachel e Luce se beijam no final.

Usar uma regata preta da Hering, uma calça jeans e um tênis All Star para expressar sua sexualidade – e ainda conseguir ficar gata usando tão poucos recursos.

Assistir a um jogo de qualquer esporte que você não goste ou não entenda só pra fazer companhia à namorada.

Comer uma caixa inteira de bombons porque brigou, pela sexta vez essa semana, com a namorada, passar mal, e ainda por cima ficar arrasada porque saiu do regime.

Levantar o dedo médio com muita classe quando escutar que mulher no volante é perigo constante, e pensar consigo mesma que, como toda sapa que se preze, dirige melhor que aquele marmanjo idiota.

Sentir-se pronta para conquistar o mundo, quando está usando um All Star novo.

Achar que o seu relacionamento acabou, e depois descobrir que era tudo tensão pré-menstrual.

Ficar realmente feliz só porque ela mandou um SMS fofo...

Ficar realmente infeliz, só porque não tem uma camisa pólo legal para sair.

Brigar, só pra fazer as pazes depois com muito hot lesbian sex.

Fazer manha e dizer não, para ela insistir bastante, e aí ter que dizer sim!

Ler o horóscopo – dela e o seu – todos os dias.

Saber as características de todos os signos do zodíaco de cabeça só para prever como será o próximo namoro quando conhecer uma menina interessante.

Sorrir gentilmente para a namorada durante um jantar romântico enquanto uma cólica louca te rasga como se fosse uma espada ninja...


Feliz Dia Internacional da Mulher, leitoras!


__________________________________________
(Inspiração do post: um antigo e-mail da internet falando sobre as mulheres, adaptado)

sábado, 19 de fevereiro de 2011

Atrás das cortinas


Ei, você! É, você mesmo, sua safadinha! Você que chamou sua peguete para dar uns amassos no provador da loja de roupas e foi pega no flagra com a mão dentro da blusa dela.
- Estava vendo se o sutiã tem sustentação!


Olha que vexame! Queimou o filme do brejo inteiro! Agora ninguém mais pode dar uns pegas na cabine usando a velha desculpa que vai ajudar a amiga a ver se a roupa caiu bem. Coisa feia!

____________________________________

Eu não resisti a fotografar esse aviso. Fiquei imaginando que, se a loja se deu ao trabalho de colocá-lo, certamente já houve alguma coisa suspeita que tenha motivado o gesto...

E vocês, confessem: já aprontaram alguma em provadores de roupa?

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Gaydar

Alice diz:
http://super.abril.com.br/blogs/cienciamaluca/da-para-dizer-se-uma-mulher-e-lesbica-so-de-olhar-para-o-rosto-dela/

Lisarowe diz:
@@
Credo!
Se funcionasse assim eu tava feita.

Alice diz:
Queria um gaydar 100% preciso.
Só isso.
Mais nada.

Lisarowe diz:
Pois é, eu também.
Mas eu queria algo mais: queria, além do gaydar perfeito, saber o que falar quando apitar rs.

Alice diz:
AHAHAHAHAHAHAHAHAHAAHAH
Muito boa!

Lisarowe diz:
Né? Porque senão eu vou virar só radar pras amigas rs.
- Ela é?
- É...
- Opa, tô indo lá!

Alice diz:
- Vai fundo, amiga! Dou maior apoio!

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Carta a uma Presidente

Prezada Dilma,


Vou dispensar a formalidade de chamá-la de vossa excelência, porque acho que a situação pede tratamento mais coloquial.

Sempre desconfiei desse seu jeito butch de ser. A voz grossa, a postura autoritária e a cara de brava denunciavam sua alma sapa. Eu entendo que o rigor do cargo a impeça de aparecer no Palácio do Planalto de braços dados com uma primeira-dama – além do escândalo, seria uma trabalheira para o Cerimonial do Itamaraty, né? “Sra. e Sra. Rousseff”, já pensou? Muita modernidade, acho que o povão ainda não está preparado para isso...

Mas fiquei feliz com seu gesto de boa vontade com o brejo hoje: receber a Marta, ícone-mor da sapatonice-esportiva, e dizer que vai apoiar o futebol feminino fez você ganhar muitos pontos comigo! Estou ansiosa para vê-la usando essa camisa do Santos e jogando pelada (sem trocadilho, sua safadinha!) na Granja do Torto.

Arrume um tempinho na sua agenda de presidente e prestigie as meninas no mundial, em junho. Elas vão adorar recebê-la por lá – Martão e Dilmão fariam um belo ataque, hein?

Só fico curiosa em saber qual será o próximo passo para mostrar ao país do que você gosta: showzinho particular com a Ana Carolina no Palácio do Alvorada? Ou você prefere a nova geração e vai chamar o bofinho-revelação da sapa-music, Maria Gadú? Não vejo a hora de saber a resposta!

Ansiosa por notícias da Capital Federal, despeço-me.


Beijos patriotas de Lesboland,


Alice


_________________________________________________
Postscriptum:
1) Sugestão de pauta e dica da matéria no G1 by @marinexhoff.
2) Dilmistas, por favor, tenham senso de humor e não fiquem bravos com a brincadeira, ok? Não é política, é só deboche...

sábado, 15 de janeiro de 2011

Caminhando - Parte II (Final)

(Continuação)

A gordinha que já desistiu da dieta. Essa fica andando devagarzinho, só pra falar que faz caminhada e aliviar o peso da consciência. Devidamente uniformizada, tênis de corrida no pé, MP3 player funcionando a todo vapor, está na verdade admirando a paisagem e ouvindo música, porque não queima uma caloria sequer com seu aparato.

O homem da meia preta, um clássico que também costuma aparecer nas academias. É o sujeito que sai do trabalho e leva o tênis para usar no exercício, mas nunca se lembra de colocar a meia branca esportiva na bolsa. Costuma usar também a mesma blusa com a qual foi trabalhar, o que gera um Frankeinstein fashion, de tênis e meia de seda, bermuda e camisa social.

O empolgado, que fica balançando os braços em alongamentos malucos enquanto anda, como se isso aumentasse o gasto energético. Mexe tudo o que pode, e às vezes parece que está tentando levantar vôo. Alguns quase conseguem, de tanto que batem as asas. Eu juro.

O metido a atleta, que quer dar uma de Rocky O Lutador subindo a escadaria do Museu da Filadélfia. Anda todo equipado com medidor de passos, cronômetro e reloginho para medir batimentos cardíacos. Na primeira volta, corre feito um velocista dos 100 m rasos querendo bater o recorde mundial; na segunda, já está se arrastando, suado e vermelho, rendido ao coração acelerado e aos pulmões que ardem. É forte candidato a uma síncope – deveria ter uma ambulância por perto quando esse tipo estivesse na pista.

_____________________________________________
Escrito com ajuda especialíssima de Rainha de Copas